SETE CIDADES

Sete Cidades é uma freguesia portuguesa do Concelho de Ponta Delgada, Região Autónoma dos Açores, com 19,22 km² de área, que conta com uma população de cerca de 800 habitantes (censos 2011), conhecidos pela sua hospitalidade e bem receber que atrai cada vez mais turistas.

Localiza-se a uma latitude 37.87 norte e a uma longitude 25.78 oeste, estando a cerca de 260 metros de altitude no interior da caldeira do vulcão das Sete Cidades, na margem oriental da lagoa do mesmo nome.

O nome da freguesia tem raízes nas lendárias Sete Cidades do Atlântico. Apesar da inexistência de contactos comprovados com a designada “ilha das Sete Cidades”, a crença na sua existência deu origem a uma das lendas mais divulgadas da Idade Média europeia, existindo múltiplos relatos de registos visuais fortuitos e de expedições organizadas para o seu achamento.

Situada na parte plana da margem da Lagoa Azul, a freguesia conserva casas tradicionais, algumas ainda com os graneis de pés altos.

Em termos arquitetónicos, destacam-se a Igreja de São Nicolau, em estilo neogótico, inaugurada em 1852, a casa dos herdeiros de Caetano de Andrade, e o túnel de descarga da lagoa, inaugurado em 1937.

A Lagoa das Sete Cidades localiza-se no topo da caldeira das Sete Cidades, formada por colapsos sucessivos de pedras e pedregulhos, com uma área de aproximadamente 4,3 km, profundidade máxima de 29 metros. Constitui uma das maiores caldeiras de abatimento do mundo. Insere-se numa área de montanha de relevo bastante acentuado, com falésias interiores, profundas ravinas e almas, e sulcos em cujos leitos correm águas. A zona inclui uma área urbana, terrenos agrícolas e maciços florestais de produção de criptoméria.

Foto12

A SETE CIDADES LAKE CABIN

O novo Sete Cidades Lake Cabin, inaugurado a 15 de agosto de 2022, surgiu da nossa vontade, João (41 anos) e Maria João (39) de estar em constante vivência de viagem. Enquanto casal já viajamos para muitos de destinos que nos marcaram: França, Itália, Moçambique, México, Argentina e Brasil, Malásia, Tailândia, Vietnam e Indonésia, China e Japão são apenas alguns deles.

Na verdade, a nossa viagem começa no ano 2000, quando nos conhecemos, nascidos na Ilha de São Miguel, nos Açores, vivemos parte da nossa história na cidade de Lisboa, onde permanecemos até concluir o curso de Direito, tendo depois regressado à Ilha para exercer advocacia e, finalmente casar, corria o ano de 2015.

A ideia para este projeto surgiu em 2017, e demorou cerca de cinco anos até estar concluído, pois investimos muito do nosso tempo na fase de conceção do projeto, na fase de execução da obra e também na fase final de acabamentos e decoração, pelo que os primeiros hóspedes chegaram a 15 de agosto de 2022.

Durante a sua criação trouxemos muitas das coisas que aprendemos nas nossas viagens, porque as viagens são um pequeno vício, e quando não as podemos fazer tentamos estar próximos dessa realidade.

O Sete Cidades Lake Cabin tem como pano de fundo a deslumbrante lagoa das Sete Cidades, uma das sete maravilhas naturais de Portugal. O Sete Cidades Lake Cabin tem uma arquitetura muito própria. Nós juntámos isso à modernidade. É uma moradia completamente equipada, com dois quartos, vistas diretas e deslumbrantes para a lagoa, cozinha em espaço aberto para a sala de jantar e de estar, apetrechada com sistema de climatização e salamandra, janelas panorâmicas para o jardim e natureza circundante, permitindo o gozo das 4 estações do ano.

O Sete Cidade Lake Cabin é um projeto nosso e das Sete Cidades que queremos apresentar ao mundo para que todos possam vir conhecer e disfrutar de um espaço único de beleza natural e de bem-estar.

Foto12-1

SUSTENTABILIDADE

O empreendimento foi concebido para alterar o mínimo possível a estrutura do terreno, de modo que a integração da casa fosse a mais harmoniosa possível.

Na conceção do empreendimento foram utilizados materiais locais, nomeadamente a pedra e a madeira de criptoméria, nos interiores e exteriores (como por exemplo, no deck exterior).

Foram utilizados materiais que permitem o isolamento térmico e acústico e todas as janelas e portas de vidro do empreendimento são de painéis duplos.

No jardim, introduzimos plantas locais, e preservámos as espécies inicialmente existentes.

Fazemos a separação do lixo para reciclagem.

O aquecimento de água é feito com recurso a bombas de calor energeticamente eficientes e o aquecimento das casas é feito através de salamandra. Na iluminação foram utilizadas lâmpadas led e algumas têm sensor de movimento (como por exemplo, na entrada da casa).

Foto12-2
Pesquisar

Julho 2024

  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31

Agosto 2024

  • S
  • T
  • Q
  • Q
  • S
  • S
  • D
  • 1
  • 2
  • 3
  • 4
  • 5
  • 6
  • 7
  • 8
  • 9
  • 10
  • 11
  • 12
  • 13
  • 14
  • 15
  • 16
  • 17
  • 18
  • 19
  • 20
  • 21
  • 22
  • 23
  • 24
  • 25
  • 26
  • 27
  • 28
  • 29
  • 30
  • 31
0 Adultos
0 Crianças
Animais
Tamanho
Comodidades

Compare listings

Compare